A Endometriose é uma patologia muito complexa de causa não totalmente conhecida e com evolução e gravidade variáveis. É uma doença crônica, sem cura,  de evolução irregular que acomete 15% das mulheres, cujos sintomas iniciam antes da idade adulta em 70% dos casos. O diagnóstico pode demorar até 12 anos para ser feito.  O quadro clínico é muito variável e depende da localização, do número e tamanho das lesões. A endometriose comprovadamente traz conseqüências graves à saúde das mulheres com piora significativa da qualidade de vida, tanto social e conjugal quanto profissional. Sintomas como desânimo, depressão, falta de esperança, medo, entre outros contribuem para agravamento do quadro. O diagnóstico é difícil e depende de profissionais atentos com treinamento específico tanto na área clínica (ginecologista) quanto de imagem (radiologista e ultrassonografista).

Os tratamentos atuais (medicamentos ou cirurgia) não trazem a cura da endometriose, mas podem melhorar os sintomas e a qualidade de vida. Entretanto, é preciso critério e conhecimento para saber quando indicar o tratamento clínico ou cirúrgico sem comprometer ainda mais a saúde da mulher com a doença. A cirurgia deve ser realizada por profissionais treinados e experientes na abordagem da endometriose permitindo a retirada das lesões de endometriose com o menor trauma possível. As equipes multidisciplinares com ginecologista, proctologista, urologista e cirurgião geral são essenciais para a melhor abordagem da endometriose profunda que acomete vários órgãos.

Além da terapia hormonal e cirúrgica da endometriose, muitas vezes é necessário o tratamento com especialistas em reprodução humana, psicólogos, psiquiatras, fisioterapeutas, nutricionistas e especialistas em dor com objetivo de restaurar a qualidade de vida da mulher de forma ampla e integral.

porque

Diante da complexidade,  seja no diagnóstico ou no tratamento, e do desconhecimento da melhor forma de abordagem desta doença enigmática, preconiza-se hoje que as mulheres portadoras de endometriose sejam atendidas em centros de excelência. Nestes, a mulher contaria com a avaliação especializada por profissionais das diversas áreas afins, de acordo com a necessidade de cada caso individualmente. Com isto procura-se garantir uma abordagem mais adequada com intuito de trazer segurança, tranquilidade e bem estar à mulher com endometriose.