A classificação de doenças é uma forma de estabelecer critérios de diagnóstico, de prognóstico e de tratamento, sendo portanto um aspecto de extrema importância na medicina. A classificação ideal deve ser de fácil utilização e deve guardar uma correlação mais precisa entre tipo e grau dos sintomas, prognóstico de cada estádio ou grau da doença e correlação com o tratamento adequado.

Para a endometriose, a classificação tem como objetivos:

classificacao

Várias classificações têm sido propostas para a endometriose nas últimas décadas. Estão listadas abaixo as mais importantes desde 1973. A classificação mais utilizada em todo o mundo foi desenvolvida e publicada pela Sociedade Americana de Fertilidade, hoje Associação Americana de Medicina Reprodutiva (ASRM), em 1985. São considerados nesta, presença de lesões peritoneais e ovarianas e de aderências ovarianas e tubárias, assim como a oclusão parcial ou completa de fundo do saco posterior. Portanto, a cirurgia é essencial para a classificação da doença. Infelizmente, esta classificação é muito criticada por não estabelecer correlação muito adequada entre grau da doença e os sintomas de dor ou presença de infertilidade.

classificacao2

De acordo com a classificação da ASRM (1985), a endometriose pode ser estadiada em quatro graus:

·    Estádio I – Endometriose mínima

·    Estádio II – Endometriose leve

·    Estádio III – Endometriose moderada

·    Estádio IV – Endometriose severa

classificacao3

Uma outra maneira de classificar a endometriose que tem sido utilizada é dividir a doença em endometriose peritoneal superficial, endometriose ovariana (superficial ou profunda) e endometriose profunda infiltrativa.

Recentemente, preocupada em estabelecer uma classificação mais adequada para a endometriose, a Associação Americana de Ginecologia Minimamente Invasiva (AAGL) reuniu um grupo de estudo para desenvolver uma nova classificação. Em 2012, no congresso global da AAGL, foi apresentada a nova classificação proposta que se mostrou muito interessante nos primeiros resultados. Esta ainda deverá ser publicada e testada mais a fundo antes de ser usada de forma ampla na prática diária.